Economize no supermercado

O supermercado é o responsável por grande parte dos gastos das famílias. Existem técnicas sofisticadas usadas nos supermercados para incentivar o consumo. Portanto, é preciso ficar atento para não gastar além da conta..

  • Nunca vá ao supermercado com fome.

          Uma pessoa que faz compra com fome tem a tendência de comprar muito mais do que precisa.

  • Não leve freqüentemente as crianças

          As crianças querem de tudo e os produtos que lhes interessam estão estrategicamente distribuídos nas prateleiras de modo a despertar-lhes a atenção e o consumo. Não é atoa que os supermercados usam vários artifícios para atrair as crianças.

          Por outro lado, se você tiver certa folga no orçamento, é interessante levá-las ao supermercado de vez em quando e dar-lhes um carrinho para que elas escolham o que quiserem. Mas é muito importante impor um limite para a conta, R$ 50,00, por exemplo, e não abrir mão desse limite, em hipótese alguma. Se tal limite for ultrapassado as crianças terão que devolver o excedente. Isso contribui para a educação financeira das crianças e as estimula à tomada racional de decisão.

  • Procure não fazer compras no dia do pagamento e nos fins de semana

No dia do pagamento você pode iludir-se e pensar que tem mais dinheiro do que realmente tem e nos fins de semana a tentação para extravagâncias aumenta muito.

  • Quem é o mais disciplinado da família?

 E mais disposto a fazer contas e muitas comparações? Só essa pessoa deve ir ao supermercado.

  • Procure sempre pesquisar preços

Nunca fique restrito a um supermercado apenas. Visite outros supermercados e compare os preços. Cuidado com as ofertas, pois uma maneira do supermercado compensar a queda de margem de lucro nas ofertas é aumentando o preço dos outros produtos.

  • Leia atentamente as embalagens.

Confira sempre os pesos, quantidades, preços por quilo ou por litro, data de validade e instruções nas embalagens.

  • Experimente substituir marcas.

Lembre-se de que: já passamos da era da qualidade; as marcas que não tiverem boa qualidade não se sustentam no mercado. Hoje você encontra marcas menos conhecidas com a mesma qualidade das marcas mais conhecidas e mais caras.

  • Olhe para cima e para baixo nas prateleiras.

Os produtos que dão maior margem de lucro aos supermercados estão estrategicamente colocados nas prateleiras ao alcance dos seus olhos sem você fazer o menor esforço para alcançá-los. Mais acima ou mais abaixo, podem estar os produtos com menores preços.

  • Procure comprar frutas, legumes e verduras de época.

Quando um produto está fora de época a produção é menor e os preços sobem.

  • Evite ao máximo parcelar as suas compras de supermercado por meio do cartão de crédito.

 Essa prática seria extremamente danosa para as suas finanças nos meses seguintes. Veja bem: no mês seguinte você teria que arcar com despesas idênticas de novo, e mais a parcela do supermercado mês anterior. Compre só o que puder e pague com o que tiver no bolso.

  • Faça a lista de compras.

Organize-a por grupos de mercadorias de modo a evitar o excesso de caminhada pelos corredores do supermercado. Afinal, supermercado não é lugar para passear. Procure obedecer rigorosamente a lista. Lembre-se: O que você realmente precisa está na lista. Evite consumo por impulso.

Comentários

  • Eliézer Vieira de Sousa
    Responder

    Interessante artigo!
    Ultimamente tenho comigo que deve-se evitar ir ao supermercado… Tenho ido a feira todo sábado e comprado produtos para a semana toda. É incrível a quantidade de coisas que se consegue comprar em uma feira com pouco dinheiro.
    Com esta ação tenho observado que minha compra de supérfluos diminui bastante…
    Ainda que se pague maior valor em algum item da feira, o ganho vem da redução de itens “dispensáveis” a que somos expostos quando em um supermercado…